I

LAMPARINAS E CANDEEIROS

Hugo Pinto de Carvalho

 

 

 

Como já foi dito aqui por mim próprio e outros colaboradores que o sistema de energia elétrica da cidade até a década de 1980 era deficiente e precário, por esse motivo seus moradores se utilizavam de muitos tipos de luzes como as pequeninas lamparinas de azeite, velas de cera, o velho candeeiro também chamado de “lampião”, lanternas de pilhas e a grande e perigosa  luminária americana “Petromax”, de pressão a querosene, que era a mais utilizada pelas casas de diversão como clubes, boates e os bares do Zé Dantas e do Carlos Pires, Só o velho Cine itiúba possuía um pequeno motor a gasolina para compensar as constantes quedas e faltas de energia da cidade

 



 

IR PARA O ÍNDICE DE CRÔNICAS DESTE AUTOR
IR PARA O ÍNDICE POR ASSUNTO
IR PARA O ÍNDICE POR AUTOR
IR PARA O ÍNDICE GERAL

 

Itiúba do meu Tempo - Fernando P. de Carvalho


fpcarvalho@globo.com