I

QUEDA DE BRAÇO

 

Hugo Pinto de Carvalho

 

 

Também chamada de “Cana de braço” (não sei por que!), esta brincadeira que na verdade era uma competição entre garotos, adolescentes e adultos, foi muito praticada na cidade, e, claro, só os fortões ganhavam.

Entre os adultos, o Antoninho, filho do farmacêutico  Antônio Soares como também praticava halterofilismo, não perdia para ninguém. Era o campeão absoluto da cidade. Nem o oleiro Paulinão, um dos mais fortes da cidade conseguia ganhar dele.

 

 



 

IR PARA O ÍNDICE DE CRÔNICAS DESTE AUTOR
IR PARA O ÍNDICE POR ASSUNTO
IR PARA O ÍNDICE POR AUTOR
IR PARA O ÍNDICE GERAL

 

Itiúba do meu Tempo - Fernando P. de Carvalho


fpcarvalho@globo.com