I

UTENSÍLIOS DE BARRO E MADEIRA

 

Hugo Pinto de Carvalho

 

 

Até a década de 1960 era comum no município o uso de vários utensílios de barro cozido como potes, pratos moringas e panelas, e também de madeira como gamelas, pilões, colheres de pau  e almofariz para pisar temperos. De origem indígena, os objetos de barro eram fabricados pelos oleiros da fazenda Tapera, e os de madeira pelos artesãos locais, e todos eram vendidos no meio da feira-livre. Curiosamente, havia também pilões feitos de pedra e eram considerados como raridade.

 

 



 

IR PARA O ÍNDICE DE CRÔNICAS DESTE AUTOR
IR PARA O ÍNDICE POR ASSUNTO
IR PARA O ÍNDICE POR AUTOR
IR PARA O ÍNDICE GERAL

 

Itiúba do meu Tempo - Fernando P. de Carvalho


fpcarvalho@globo.com