I

FOGÃO JACARÉ

 

 

Hugo Pinto de Carvalho

 

 

     

Quando o minúsculo, prático e portátil FOGÃO JACARÉ, a querosene, criado pela Companhia ESSO de Petróleo chegou a Itiúba na década de 1950, fez tanto sucesso que quase substituiu quase todos os velhos fogões a lenha da cidade na época. Queimando querosene com seus 24 pavios, acomodava apenas uma panela de cada vez, mas, mesmo assim, muita dona de casa o preferiu. Só foi destronado na década de 1970 quando o revolucionário fogão a gás chegou à cidade cujo representante na época era o Vavá Cadidé na rua Chamego.

 

 



 

IR PARA O ÍNDICE DE CRÔNICAS DESTE AUTOR
IR PARA O ÍNDICE POR ASSUNTO
IR PARA O ÍNDICE POR AUTOR
IR PARA O ÍNDICE GERAL

 

Itiúba do meu Tempo - Fernando P. de Carvalho


fpcarvalho@globo.com