I

ESTRANHA PINTURA PARA CABELOS

 

 

Hugo Pinto de Carvalho

 

 

     

São vários os casos engraçados e até absurdos contados aqui pelos colaboradores, que aconteceram na velha cidade, como o do sapateiro Otacílio que morava nos fundos de uma casa da Praça da Matriz, e quando enchia a cara de “cana” resolvia pintar os cabelos com uma tintura feita por ele próprio com carvão e sebo de boi. Até que funcionava, pois os cabelos do moço ficavam realmente pretos. Porém, quando ele resolvia sair ao sol aí a coisa se complicava, pois a estranha mistura começava a derreter sobre seus ombros deixando-o todo lambuzado.

 

 

 

 

 

 



 

IR PARA O ÍNDICE DE CRÔNICAS DESTE AUTOR
IR PARA O ÍNDICE POR ASSUNTO
IR PARA O ÍNDICE POR AUTOR
IR PARA O ÍNDICE GERAL

 

Itiúba do meu Tempo - Fernando P. de Carvalho


fpcarvalho@globo.com