I

BELEZAS NATURAIS

Hugo Pinto de Carvalho

 

 

     

 

Na velha e querida cidade de Itiúba, além das montanhas que a rodeiam formando um caldeirão, como dizia o cangaceiro Lampião, existem várias outras belezas naturais que, talvez, pelo simples fato de convivência diária, muitos moradores nem se dão conta delas.

 E são muitas, como a folclórica PEDRA DO BENÇÃO MEU TIO – no Bairro Sertanejo,  a romântica PEDRA DOS NAMORADOS - no centro da Laje Grande, a PEDRA DO MACACO – na ladeira da Calçada de Pedra, a interessante PEDRA DE DOIS BICOS – na Serra do Calumbi, a famosa LAJE DO CÉU, com seus 600 metros de altitude – no cume da Serra da Itiúba, a PEDRA DA CABEÇA – na Serra da Pedra Solta, a enigmática PEDRA MONTADA -  na Serra da Capoeira, a mal-assombrada LAJE PRETA e a intrigante PEDRA DO GROTÃO – ambas, também na Serra da Capoeira, as MONTANHAS DE PEDRAS – na Fazenda Poço do Cachorro, o imponente MORRO DA VÁRZEA FORMOSA – a deslumbrante SERRA DO SOBRADO, a mística SERRA DO CRUZEIRO com seu cume formado de gigantescas pedras, lajedos , e seus cruzeiros com mais de 200 anos, as SERRAS DO PADRE SEVERO – na Fazenda Tapera,  os MORROS DOIS IRMÃOS – no Açude do Coité, e a PEDRA DO JOVI no açude do jenipapo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



 

IR PARA O ÍNDICE DE CRÔNICAS DESTE AUTOR
IR PARA O ÍNDICE POR ASSUNTO
IR PARA O ÍNDICE POR AUTOR
IR PARA O ÍNDICE GERAL

 

Itiúba do meu Tempo - Fernando P. de Carvalho


fpcarvalho@globo.com