I

A SERRA VELHA E O BANHO DE XIXI II

Max Brandão Cirne

 

 

  
 Devo dizer que o título não é meu para que eu não seja amaldiçoado como plagiador. O título pertence ao saudoso Valmir Simões, o qual acabo de ler no rico site de Itiúba uma das suas crônicas assim titulada.
         
Porém, minha interferência é para dizer que fui ameaçado, e muito, por uma senhora de nome ou apelido Cilidônia a quem chamávamos de “cara de gata ladrona”.
         
Ela morava com sua irmã Senhora Pombinha, numa casa que  ficava quase na frente do armazém do pai do Valmir.
         
Durante uma reforma feita na Escola Goes Calmon, fomos, a minha classe, sob a regência da saudosa e querida professora Ligia Mutti de Carvalho, estudar no serviço de Radio Cultura de Itiúba que era o sobrado onde ficava o serviço de alto falantes dirigido pelos irmãos Fernando e Huguinho.
         
Na volta para casa, costumávamos escancarar as bocas e gritar bem alto: “Cilidônia cara de gata ladrona”! Na janela. Era uma senhora que tinha problemas mentais, e, simplesmente era atacada de apoplexia, gritava pelos pais dos moleques que éramos nós, praguejava aos quatro céus e dizia as mais absurdas pornofonias inimagináveis para pessoas comuns, sem conseguir esgotar o seu baixo repertório, nos premiava com os mais infames impropérios.
         
Ela guardava os excrementos humanos (fezes e urina), produzidos na noite, num penico, com o qual sempre tentava nos alcançar. Tudo em vão, pois, ela na sua tresloucada ação sempre anunciava com antecedência, pelo que nos preveníamos a contento. Mas, era uma pobre mulher que os pecados da inocência não poupavam. Deus nos perdoará.
         
Ela conseguiu algumas poucas vezes alcançar com seu penico de excrementos, muitas pessoas, via de regra, inocentes passantes desavisados.
     
 





 

 

 

 

                                                                                                    

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

IR PARA O ÍNDICE DE CRÔNICAS DESTE AUTOR
IR PARA O ÍNDICE POR ASSUNTO
IR PARA O ÍNDICE POR AUTOR
IR PARA O ÍNDICE GERAL

 

Itiúba do meu Tempo - Fernando P. de Carvalho


fpcarvalho@globo.com