I

AS DERRUBADAS E A BOLACHINHA

Egnaldo Paixão


 

 

                                                    

 

Começo estas palavras, dizendo que está na hora de se criar, em Itiúba, o CONSELHO DE CULTURA. Aliás, há dois anos, tentamos criar e fazer funcionar a ACADEMIA DE CULTURA. Mas, o que aconteceu foi um desinteresse tão grande por parte da maioria dos que nela ingressaram, que, sem outro jeito, tivemos que interromper os trabalhos. Hoje, a ACADEMIA DE CULTURA DE ITIÚBA, é apenas um sonho que durou pouco. Um Conselho e uma Academia de Cultura, com certeza se transformariam num permanente forum de debates sobre as questões culturais de nossa terra.

Ontem mesmo, assisti ao prenúncio de um declínio do tão espontâneo e outrora criativo, BLOCO DAS DERRUBADAS. Vi que está muito longe da beleza e criatividade dos primeiros "Prefeitos", com seus discursos engraçados e de um certo modo colocando o dedo nas mazelas administrativas acaso ocorrentes...

Se isso hoje já não é mais possível, que fique, pelo menos, a tradição transformista dos trajes: rapazes vestidos de moças, a maioria muito "feias" e bastantes artísticas e moças, de "bigodes" e viradas em homens.

Outro ponto que destaco, é que, desde o seu primeiro ano, as DERRUBADAS sempre foram puxadas pela BOLACHINHA, orquestra de carnavalesca de grande peso, que faz um belo resgaste cultural das marchinhas do passado: "O abre alas, Jardineira", tantas.

ONTEM, PASMEM!? NO MEIO DAS DERRUBADAS, CIRCULARAM CARROS COM ALTOS SONS DE PANCADÕES, E OUTROS LIXOS MAIS...

DESSE JEITO, O FUTURO DAS DERRUBADAS É SEREM TAMBÉM TRAGADAS POR ESSA MODERNIDADE ALIENADA, QUE, NÃO SABE, INFELIZMENTE, QUE TEM HORA PARA TUDO.

HORA DE OUVIR BEETHOVEN, E HORA DE OUVIR AXÉ, PAGODE
E BREGA, POR QUE NÃO?

HORA DE OUVIR ESSA DIVERSIDADE DE RITMOS E ESTILOS, QUE DOMINAM O CARNAVAL BRASILEIRO E HORA DE SE OUVIR A MARCHINHA CARNAVALESCA, IMORTAL, ROMÂNTICA, HISTÓRICA, POÉTICA E MARAVILHOSA.

O QUE ESTÁ FALTANDO MESMO É MAIS EDUCAÇÃO, INFORMAÇÃO E RESPEITO...

E VOCÊS, MENINOS E MENINAS DAS DERRUBADAS, SE ORGANIZEM E SE DEFENDAM PARA QUE ISSO NÃO ACONTEÇA MAIS. ATÉ PORQUE, A BOLACHINHA FOI PRA TOCAR E NÃO PARA SER INVADIDA E ATRAPALHADA POR PANCADÕES DE NÃO SEI QUANTOS DECIBÉIS.

SE A MODA PEGAR, COM CERTEZA, VAMOS CANTAR EM OUTRO TERREIRO.

                                                              

 

 

 

 

 

 

 

IR PARA O ÍNDICE DE CRÔNICAS DESTE AUTOR
IR PARA O ÍNDICE POR ASSUNTO
IR PARA O ÍNDICE POR AUTOR
IR PARA O ÍNDICE GERAL

 

Itiúba do meu Tempo - Fernando P. de Carvalho


fpcarvalho@globo.com