O MASCARADO MISTERIOSO

Hugo Pinto de Carvalho

Nos carnavais da década de 50 tornou-se famoso um folião que todos os anos chegava à cidade de uma maneira inusitada. Desembarcava, sempre no domingo pela manhã, vindo de trem de Salvador, fantasiado com uma mortalha branca e mascarado. Logo se juntava aos blocos que faziam a festa pelas ruas da cidade. Brincava e pulava, na maior animação, o domingo todo, sem que ninguém descobrisse a sua identidade.

Somente depois de alguns anos de participações misteriosas nos carnavais , foi que se descobriu tratar-se de um moço de família nobre, estudante na capital do Estado, que, não se sabe por qual razão, escolhera Itiúba para curtir os carnavais, por anos seguidos, sem sequer ter um parente na localidade. Seu nome era Maltez.

Mesmo depois que ficou conhecido por todos os moradores da cidade ele continuou com o mesmo ritual até que num certo domingo de carnaval o trem chegou sem o famoso e misterioso folião. As pessoas surpresas chegaram a levantar a hipótese de que ele havia dormido na hora da passagem do trem pela cidade e havia passado direto. A verdade, porém, era outra. Descobriu-se depois que o misterioso mascarado havia morrido alguns dias antes, em Salvador, de tuberculose.

(Mais uma excelente colaboração do meu irmão Guinho)

SOBRE OS CARNAVAIS DE ITIÚBA LEIA TAMBÉM:
- BEBIDAS PARA OS MÚSICOS (pág.73) Fernando P. de Carvalho
- LEMBRANÇAS DOS CARNAVAIS (pág.107) - Valmir Simões
- BENDITO QUEROSENE (pág.94) - Djalma dos Anjos
- MONOPÓLIO QUEBRADO (pág. 87) - Ivan de Carvalho
- O DESCONHECIDO (pág.30) - Djalma dos Anjos
- O TEIA (pág.42) - Fernando P. de Carvalho

- O CAVALO BRANCO DO CARNAVAL(pág72) - Hugo Pinto de Carvalho

- A CHUVA DE PEDRAS (pag. 01) - Fernando P. de Carvalho

- CARETA MALAGUETA (pág.360) - Valmir Simões

- A FANTASIA DE CAÇADOR (pág.380) - Hugo Pinto de Carvalho

IR PARA O ÍNDICE DAS CRÔNICAS DESTE AUTOR
IR PARA O ÍNDICE POR ASSUNTO
IR PARA O ÍNDICE POR AUTOR
IR PARA O ÍNDICE GERAL

 

Veja a próxima crônica

Itiúba do meu Tempo - Fernando P. de Carvalho


fpcarvalho@globo.com