O ABASTECIMENTO DE ÁGUA

Valmir Simões

Nada traz mais tristeza do que a seca assolando uma região onde as pessoas sofrem com a falta d'água nas suas casas (para uso pessoal), na agricultura e na criação de seus animais. Itiúba sempre foi assim mas, nos últimos anos, tem havido uma pequena melhora, apesar de tantos contrastes. Não conheço nenhuma cidade rodeada de tantos açudes como a nossa, mas a seca permanece.

Quando criança, eu morava bem próximo da estação férrea e cansei de ajudar pessoas que meus pais pagavam para entrar em uma imensa fila com latas e baldes para conseguir encher uns tonéis que ali permaneciam para servir de depósito para acondicionar o precioso liquido. Cheguei a presenciar muitas pessoas serem queimadas com a água quente que vinha das caldeiras das máquinas movidas a vapor. De vez em quando a situação melhorava um pouco, pois as maquinas traziam tanques, em forma de vagões, com uma quantidade de água suficiente para o abastecimento.

Da Camandaroba (Açude Público de Jacuricí) vinham caminhões-pipa com o nome do DNOCS, (Departamento Nacional de Obras Contra Secas), sempre encontrando filas enormes, onde pessoas de todas as idades carregavam as latas de água na cabeça protegida por rodilhas de pano. Quase todas as casas, como até hoje, possuiam enormes tanques para ter uma reserva de água limpa e saudável, vinda da chuva e captada através de bicas margeando os telhados. Além de tudo isso tínhamos as famosas cacimbas da Laje Grande, que eram muradas e controladas pela Prefeitura local, com hora para abrir e fechar. Lá também existia as filas e o funcionário encarregado tirava uma de Senhor Todo Poderoso, beneficiando aqueles mais ligados a ele. Desfilava com um punhado de chaves preso ao cinto. Ele era, na verdade, um xerife.

No bairro do alto, ao pé de um imenso lajedo existia a Cacimba do Vintém, também com o mesmo controle municipal e amparada por um imenso mata - burro, para evitar o acesso de animais.

Como estou há mais de 40 anos fora de Itiúba, espero que toda aquela situação tenha sido amenizada, após tantas administrações municipais.

 

IR PARA O ÍNDICE DAS CRÔNICAS DESTE AUTOR
IR PARA O ÍNDICE POR ASSUNTO
IR PARA O ÍNDICE POR AUTOR
IR PARA O ÍNDICE GERAL

 

Itiúba do meu Tempo - Fernando P. de Carvalho

fpcarvalho@globo.com