TIRO SEGURO E SAÚDE DOS MENINOS

Valmir Simões

Lembro-me , como se fosse hoje, do que aconteceu há mais de 55 anos. Eu tinha exatamente 5 anos de idade e o meu vizinho e amigo de infância Té, filho do Hermelino, andava com a pele com uma coloração amarelada e sem se alimentar direito. D. Chica, sua mãe, ao contar aos meus pais o que estava acontecendo, foi aconselhada a pedir uma orientação a D. Ziru da Farmácia. Ela indicou, imediatamente, dois vermífugos muito conhecidos na época, em razão do efeito e do resultado rápido. Chamavam-se: TIRO SEGURO E SAÚDE DOS MENINOS. Ambos tinham sabor intragável. Isso eu já sabia porque já havia tomado eles antes, contra a minha vontade. Quem foi criança na Itiúba daquele tempo e não os tomou?

Levaram o remédio para casa e tentaram pegar o Té a pulso e ele saiu correndo pelo quintal. O Hermelino,que só tinha a visão de um olho, era driblado com certa facilidade pelo filho. No quintal criavam porcos em um chiqueiro fétido onde a “lavagem” era colocada em uma gamela de madeira. Em um jogo de corpo do Té o Hermelino se deparou com a cerca do chiqueiro e caiu no meio da lama junto aos porcos, ficando com a roupa que ninguém podia nem encostar devido ao mau cheiro. À noite ele e meu pai conseguiram pegar o Té dormindo e enfiaram de guela abaixo o terrível remédio.

No outro dia o efeito foi o esperado. Valeu a receita de D.Ziru.

 

IR PARA O ÍNDICE DAS CRÔNICAS DESTE AUTOR
IR PARA O ÍNDICE POR ASSUNTO
IR PARA O ÍNDICE POR AUTOR
IR PARA O ÍNDICE GERAL

 

Itiúba do meu Tempo - Fernando P. de Carvalho

fpcarvalho@globo.com