ISNAR, O FOTÓGRAFO

Fernando Pinto de Carvalho

O meu amigo Isnar era um cara legal que usava um enorme topete "a la Elvis Presley" e gostava de imitar, até com certa perfeição, o cantor cubano Bienvenido Granda, cantando sucessos como "Tu Precio", "Non me digas nada" e outros.

Ele gostava muito de impressionar as garotas, tentando conquistá-las. Andava sempre com uma máquina fotográfica à tiracolo e tirava fotografias de todas garotas bonitas que surgiam a sua frente. Só que as fotografias nunca apareciam. Quando as garotas as cobravam ele tinha sempre uma desculpa para não apresentá-las.

Um dia, algumas garotas, incentivadas pelos rapazes, conseguiram pegar a máquina de retratos dele e viram que ele nunca usava filmes. Desmascarado o meu pobre amigo deixou de fotografar as meninas e o seu prestígio como conquistador caiu muito.

IR PARA O ÍNDICE DAS CRÔNICAS ENGRAÇADAS

IR PARA O ÍNDICE DAS CRÔNICAS DESTE AUTOR
IR PARA O ÍNDICE POR ASSUNTO
IR PARA O ÍNDICE POR AUTOR
IR PARA O ÍNDICE GERAL
 

Veja a próxima crônica

Itiúba do meu Tempo - Fernando P. de Carvalho


fpcarvalho@globo.com