O LOUCO CASSIANO

Fernando Pinto de Carvalho

Cassiano era um rapaz fisicamente muito forte que morava no interior do município e que passava períodos de sua vida completamente louco. Ameaçava as pessoas e era temido por todos.
A Rádio Cultural ficava no pavimento superior de um sobrado. Um dia o Cassiano apareceu lá quando o locutor Manoel Carlos estava sozinho apresentando um programa. Furioso o louco começou a exigir o microfone para cantar. O Manoel Carlos trancado no estúdio de vidro transparente, começou a chamar os outros locutores pelo microfone: "Alô, alô Hugo, fineza comparecer ao nosso estúdio com urgência!"; "Alô, alô Fernando e Clóvis Carvalho, venham aqui agora, pelo amor de Deus!!!". Ninguém ouviu os apelos e ninguém compareceu. Enquanto isso o Cassiano, já impaciente, ameaçava quebrar os vidros. O pobre do locutor não teve outro jeito, abriu a porta do estúdio e entregou o microfone ao "novo astro da música" e ainda teve de acompanhá-lo batucando em uma caixa de madeira.

 

SOBRE A RÁDIO CULTURAL LEIA TAMBÉM:
- A RÁDIO CULTURAL (pág.04) - Fernando P. de Carvalho
- O LOCUTOR GARBOSO (pág.32) - Hugo Pinto de Carvalho
- UMA NOITE NA RÁDIO CULTURAL (pág.86) - Fernando P. de Carvalho
- A ESTAÇÃO E A MALA MISTERIOSA (pág.33) - Fernando P. de Carvalho
- O SANDOVAL E O GRITO DA GALINHA (pág.46) - Fernando P. de Carvalho

IR PARA O ÍNDICE DAS CRÔNICAS DESTE AUTOR
IR PARA O ÍNDICE POR ASSUNTO
IR PARA O ÍNDICE POR AUTOR
IR PARA O ÍNDICE GERAL

IR PARA O ÍNDICE DAS CRÔNICAS ENGRAÇADAS

Veja a próxima crônica

Itiúba do meu Tempo - Fernando P. de Carvalho

fpcarvalho@globo.com