O "VICENTE CELESTINO"

Fernando Pinto de Carvalho

Uma garota morena, bonita, que residia em Salvador e passava as férias em nossa cidade, na casa dos avós, nunca ficava sem namorado. Ele, também, sempre estava acompanhado. Os dois, porém, sempre pensaram em namorar um com o outro, nem que fosse por pouco tempo. Devido aos constantes compromissos "namorosos" de ambos, isso nunca acontecia.

Em uma de suas temporadas na cidade, contudo, esta oportunidade surgiu. Finalmente ficaram os dois livres ao mesmo tempo. Estavam quase acertando o esperado namoro quando ela se apaixonou por um rapaz recém-chegado que cantava imitando o tenor brasileiro Vicente Celestino, com absoluta perfeição.

Até aí tudo bem. Já haviam esperado algum tempo e ele não encontraria dificuldades para encontrar outra namorada. O pior de tudo, era ter que ouvir o seu rival "Vicente Celestino" cantando durante o dia todo, com aquele vozeirão, nos dois bares da cidade, pois o que ele mais gostava de fazer era tomar "umas" e cantar.

 

IR PARA O ÍNDICE DAS CRÔNICAS DESTE AUTOR
IR PARA O ÍNDICE POR ASSUNTO
IR PARA O ÍNDICE POR AUTOR
IR PARA O ÍNDICE GERAL
IR PARA O ÍNDICE DAS CRÔNICAS ENGRAÇADAS

Veja a próxima crônica

Itiúba do meu Tempo - Fernando P. de Carvalho

fpcarvalho@globo.com