A A r

Os Fogueteiros

Hugo Pinto de Carvalho

 

 

 

 

 

A cidade teve muitos fogueteiros justamente numa época em que além dos festejos juninos também as festas de largo promovidas pela Igreja eram efusivamente comemorados com muitos fogos de artifício. Os mais conhecidos, pelo menos do meu tempo, foram o Sr. Horácio Pinto, cuja especialidade eram os fogos para a queima do Judas no Sábado de Aleluia e os fogos de efeitos luminosos sem estampidos; o Bango que morava na rua do chamego e que se dedicava à fabricação das famosas bombas-de-bater e os perigosos buscapés, e o Bicudo que também morava na mesma rua e sua especialidade eram os foguetes de rabo-longo que além de alcançarem as maiores alturas também eram os que tinham mais bombas, uma verdadeira rajada. Para queimá-los era necessário muita habilidade.

Foram artistas que se dedicaram a uma bonita, porém, perigosa profissão, mais pela arte do que por dinheiro e que muito contribuiram para o brilhantismo das festas de Itiúba que chamavam a atenção da região.

 


SOBRE PROFISSÕES E PROFISSIONAIS LEIA TAMBÉM (Clique nos links abaixo):

- O Pintor Ludugério
- O Engraxate Boca-Rica
- "Seu" Acelino, o Marceneiro
- A Obra do Mestre Sapateiro
- O Garimpeiro Itiubense
- O Joãosinho e sua Alfaiataria
- O Amolador de Tesouras
- O Lambe-Lambe
- O Zé do Quebra-Queixo
- Os Vendedores de Ouro
- Os Sapateiros
- Os Garis
- Os Ferreiros
- Os Médicos
- Os Velhos Motoristas

Itiúba do meu Tempo - Fernando P. de Carvalho

fpcarvalho@globo.com