A A r

O Jacaré do Tanque da Nação

Hugo Pinto de Carvalho

 

 

 

Por algum tempo habitou as águas do velho Tanque da Nação um pequeno e misterioso jacaré que ninguém sabia explicar de onde teria vindo e quem o colocara ali.

O curioso da história é que, com a presença do bicho, os patinhos e os peixes, que tanto enfeitavam o tanque, começaram a desaparecer um a um e até os pombos que eram muitos na cidade e que bebiam água lá, também começaram a ficar mais escassos. Logo deu para desconfiar que o culpado só podia ser o tal jacaré. Talvez por essa razão, misteriosamente, assim como surgiu, o pequeno "ARIGATHOO" itiubense desapareceu sem que ninguém soubesse a explicação. Na época, como o caso chamou a atenção, foram levantadas várias hipóteses. Uma dizia que foi o pessoal da Prefeitura que deu sumiço no pobre coitado. Outra dizia que o teriam levado para o Açude de Camandaroba e a mais trágica e improvável era a de que ele teria sido comido como churrasco pelos beberrões da noite.

A verdade, porém, nunca se soube nem como ele apareceu nem como desapareceu, mas, ninguém pode negar que depois de seu sumiço os patinhos, os peixes e os pombos voltaram a se multiplicar.

.

 

 


Itiúba do meu Tempo - Fernando P. de Carvalho

fpcarvalho@globo.com