A A r

Açude Jenipapo

Hugo Pinto de Carvalho

 

 

 

 

Construído em 1921 no governo do Presidente Epitácio Pessoa, com a finalidade de amenizar a falta de água na cidade devido as grandes estiagens da época, o velho açude se revelou um enorme fracasso, considerando que suas águas logo se mostraram impróprias para o consumo humano por causa de seu do alto teor de sal. Para ser mais exato, basta dizer que eram tão salgadas que não serviam também nem para lavar roupa nem mesmo para serem utilizadas em construções e até mesmo alguns determinados animais se recusavam a bebê-las.

Permaneceu, por isto, sem nenhuma utilidade até que, a partir dos de 1950,a população jovem começou a utilizá-lo como local de lazer nos finais de semana para banhos, passeios e piqueniques e a moda pegou. Como, durante as chuvas de verão,  transbordava suas águas por cima da barragem de concreto formando várias cachoeiras, a atração ainda era maior. Porém, parecendo uma maldição,  tempos depois os esgotos da cidade começaram a ser disviados para sua bacia poluindo suas águas e novamente o velho açude voltou a sua inércia e decadência total. Lamentavelmente, hoje é apenas um grande depósito de águas sujas e féditas.

.

 

 


Itiúba do meu Tempo - Fernando P. de Carvalho

fpcarvalho@globo.com