A A r

Alfaiates e Costureiras

Hugo Pinto de Carvalho

 

 

 

 

 

Como a indústria de confecções de roupas demorou a chegar à cidade, os alfaiates e as costureiras formaram uma próspera e rendosa profissão por muito tempo.

 

Os alfaiates mais conhecidos foram os senhores Cicero Marques - que depois se tornou comerciante de tecidos e aviamentos, Antônio Rodrigues da Silva, Cirilo Araújo - Quitu, Argemiro da Rua da Estação e o Joãozinho Alfaiate. Eles confeccionavam calças, blusões e ternos completos, porém, como a procura por seus trabalhos era muito grande, as encomendas teriam que ser feitas com muita antecedência se não corria-se o risco de se perder uma festa ou um casamento por falta da roupa.

 

As costureiras eram D. Ernestina Ribeiro, D. Honorina Andrade, D. Joaninha do Jeremias e a Joana Costureira. Elas faziam todos os tipo de roupas femininas inclusive vestidos de noivas e ainda calças curtas para as crianças e camisas e pijamas para os homens, e como se não bastasse, ainda faziam confecções para cama e mesa. E olha que as máquinas ainda eram daquelas de manivela e  de pedal.

 

 

 

 

 

 


Itiúba do meu Tempo - Fernando P. de Carvalho

fpcarvalho@globo.com