A A r

Filmes "Só para Homens"

Fernando Pinto de Carvalho

 

 

 

 

 

O Cine-Itiúba pouquíssimas vezes exibiu filmes pornô, mesmo porque eles não eram muito comuns naquele tempo. Lembro-me de duas ou três exibições desses filmes que eram chamados de “Só para Homens”. Eu ainda não tinha 18 anos e para assisti-los escondia-me na sala das máquinas de exibição que ficava numa parte mais elevada e isolada, juntamente com o meu amigo Manoel Carlos que também era menor de idade. Isso era possível porque o cinema era do meu irmão e eu tinha acesso às suas instalações a qualquer hora. O Delegado Tibério não perdia uma sessão dessas, sempre fazendo questão de dizer que “estava ali para manter a ordem e para não permitir a entrada de menores de idade”, mas, ficava até terminar a exibição. Pior para mim e para o meu amigo que tínhamos de assistir o filme escondidos e em silêncio e só saíamos do cinema depois que o Delegado ia embora.

Ainda não havia a grande produção de filmes desse gênero que existe hoje e eles eram muito malfeitos e tinham uma péssima imagem.

A frequência era boa e composta apenas de homens que se utilizavam de todos os artifícios para entrarem no cinema sem serem identificados pelas pessoas que estavam na rua naquele momento.

 

SOBRE O CINE-ITIÚBA LEIA TAMBÉM:

- O CINEMA (pág.02) - Fernando P. de Carvalho
- A MAIS CHATA SESSÃO DE CINEMA (97) - Ivan de Carvalho
- O PING-PONG DA DUPLA "ZECÁQUIS"(pág.27) - Fernando P. de Carvalho
- LUIZ GONZAGA, CIDADÃO ITIUBENSE (pág.136) - Fernando P. de Carvalho
- UMA NOITE NO CINE-ITIÚBA (pág. 93) - Fernando P. de Carvalho
- O CINEMA E O SELO DE ESTATÍSTICA (183) - Humberto Pinto de Carvalho

- O ZEZITO DO CINEMA (187) - Fernando Pinto de Carvalho
- AQUELES BONS TEMPOS (206) - Idelson José Carneiro
- PRIMEIRA VEZ NO CINEMA (217) - Humberto Pinto de Carvalho

 

 


Itiúba do meu Tempo - Fernando P. de Carvalho

fpcarvalho@globo.com