A BICICLETA

Hugo Pinto de Carvalho

Na década de 50 aconteceu uma coisa muito boa para as criança da cidade. O garoto Toinho (hoje Dr. Antônio Carlos Valadares), nosso primo, ganhou uma linda e reluzente bicicleta infantil que durante muito tempo foi a única da cidade. Não precisa dizer que causou surpresa e admiração aos outros garotos que não tiveram a mesma sorte. Para felicidade geral o Toinho era muito legal e deixava que todos tentassem aprender a andar no seu veículo de duas rodas. Podemos dizer, sem exagero, que todas as crianças da cidade, daquela época, que hoje sabem andar de bicicleta, aprenderam nela (eu inclusive). Naquele tempo, quase não existiam automóveis e as ruas da cidade ficavam à nossa disposição.

 

Colaboração do irmão Hugo

IR PARA O ÍNDICE DAS CRÔNICAS DESTE AUTOR
IR PARA O ÍNDICE POR ASSUNTO
IR PARA O ÍNDICE POR AUTOR
IR PARA O ÍNDICE GERAL

 

Veja a próxima crônica

Itiúba do meu Tempo - Fernando P. de Carvalho

fpcarvalho@globo.com