A A r

Os Ciganos

Hugo Pinto de Carvalho

 

 

 

Descendentes de turcos,e viajando sempre em grupos, esses andarilhos ficaram muito conhecidos em Itiúba.

Acampavam sempre em tendas e barracas de lona nos arredores da cidade e, durante os poucos dias de sua permanência, ocupavam-se em várias atividades.

As mulheres, com suas estampadas e vistosas vestimentas, percorriam as principais ruas "lendo" as mãos, principalmente dos jovens e namorados, revelando a sorte e o destino de cada um, mediante uma pequena gorjeta.

Os homens vendiam artefatos de alumínio e cobre, porém, sua principal atividade era negociar animais na modalidade de troca, onde o que mais importava era a usura. Por exemplo, trocavam um bom cavalo de carga por dois ou três inferiores, contanto que a troca resultasse em uma "volta" como eles chamavam, que era uma vantagem em dinheiro para eles. Eram muitos espertos e sempre saiam ganhando em qualquer troca.

Não demoravam muito e logo levantavam acampamento e partiam em sua tropa de animais, porém, como eram vários grupos, logo depois chegava nova comitiva e começa tudo de novo.


Itiúba do meu Tempo - Fernando P. de Carvalho

fpcarvalho@globo.com