A A r

Dentes de Leite

Valmir Simões

 

 

 

 

 

Mourão, mourão toma teu dente podre e dê cá meu são. Toda criança daquela nossa época sempre ouvia essas palavras, dentre outras proferidas por nossos pais. Era uma maneira de enganar a nossa inocência que acreditava em tudo. Mesmo o dente são, no tempo certo era substituído por outro, em tamanho maior e mais resistente. Toda essa etapa e procedimentos ainda ocorrem nos dias de hoje, no entanto, antigamente aconteciam coisas engraçadas como amarrar o dente com uma linha e dar um pequeno solavanco, retirando o dente de uma só vez. Algumas mães ainda mandavam encastoar em ouro e colocar como uma lembrancinha do primeiro dentinho do filho, outras enterravam-no em um caqueiro, prometendo ao filho que ali iria nascer um pé de dinheiro e assim ia tapiando o filho até ter toda a dentição ser substituída.

 

 


Itiúba do meu Tempo - Fernando P. de Carvalho

fpcarvalho@globo.com