A A r

Aprendiz de Alfaiate

Valmir Simões

 

 

 

 

 

Antigamente a profissão de alfaiate era vista no interior com bons olhos, pois não existiam lojas que vendessem roupas masculinas prontas, tudo era feito por alfaiates ou exïmias costureiras da cidade. Era muito comum o uso de ternos masculinos. Compravam nas lojas os cortes de tecidos e nas alfaiatarias os ternos eram confeccionados. Como a cidade não oferecia condições de emprego para os jovens da época, os pais colocavam para que aprendessem a profissão e com dedicação e inteligência, muito dos nossos amigos aprenderam a manusear a tesoura, linha e agulha, para cortar os tecidos e moldar no corpo do cliente. Nos dias de hoje este profissional foi sufocado pelas indústrias de confecções, onde por dia são produzidos milhares de pecas. Naquela época a roupa era toda alinhavada a mão e costurada por preguiçosas máquinas do “tempo do ronca” e movidas a pedal.

 

 

 
 

  Veja e/ou guarde 7 lindos PPS com fotos
de Itiúba, clicando no link abaixo:

http://www.4shared.com/dir/3005946/98f59b92/PPS_de_Itiuba.html                            

                                      
 


Itiúba do meu Tempo - Fernando P. de Carvalho

fpcarvalho@globo.com