A A r

De Volta ao Passado

Valmir Simões

 

 

 

 

 

 

O nosso carnaval sempre mereceu um destaque todo especial para os visitantes e nossos conterrâneos que residiam em Salvador não trocavam esta data por nada. Era pura alegria ao som dessas marchinhas:

 

-Abre Alas (Chiquinha Gonzaga)

 

Ó abre alas que eu quero passar

Ó abre alas que eu quero passar

Eu sou da lira não posso negar

Eu sou da lira não posso negar

 

Aurora (Mário Lago e Roberto Roberti)

 

Se você fosse sincera

Ô ô ô ô Aurora

Veja só que bom que era

Ô ô ô ô Aurora

 

Bandeira Branca (Max Nunes e Laércio Alves)

 

Bandeira branca amor

Não posso mais

Pela saudade que me invade

Eu peço paz

 

A saudade é muito grande lembrando os bailes da Sociedade 2 de Julho com todos os amigos e amigas compartilhando uma imensa alegria.

 

 

 







 

 


Itiúba do meu Tempo - Fernando P. de Carvalho

fpcarvalho@globo.com