A A r

Os Velhos

Egnaldo Paixão

 

 

 

 

 

Oratório de pedras

no âmago da terra

vale em silêncio

fechado entre serras.

 

Águas vertentes

de nascentes tantas

vento indomável

paisagem côncava.

 

Imaginária canoa

encalhada num vale

de areia clara

casa de abelha

e centauro.

 

Paisagem de sal

por cima da terra

fazendo menores

árvores e pássaros.

 

Oratório de pedras

que ficou trancado

até que o velho Santana

com seus jumentos sagrados

carregando areia água e barro

para construção de casas

e o velho Leitinho com foice marrão e machado

quebrando pedras para abertura de ruas,

tiraram Itiúba de dentro para ser cidade.

(21/07/2007)

 

 


Itiúba do meu Tempo - Fernando P. de Carvalho

fpcarvalho@globo.com