A A r

José Pinto de Freitas - Zeca da Matinha

Humberto Pinto de Carvalho

 

 

 

 

 

Lembramos, com carinho e muito respeito, de uma Parada das Escolas Públicas, com a presença do Prefeito Antônio Simões Valadares e de professoras preocupadas com o bom desempenho dos alunos na Festa Cívica, orientando e conduzindo corretamente a garotada. Entre outras autoridades dois militares, garbosamente fardados, prestigiavam o desfile: o Tenente do Exército Brasileiro José Pinto de Freitas e o Sargento Jayme, o Jajá, Chefe do Destacamento da Policia Militar local. São detalhes que marcam uma época.

Tudo acima vem a propósito da visita que fizemos, neste mês de dezembro de 2007, ao lar do nosso herói da Segunda Guerra Mundial, reconhecido e promovido por bravura pelos seus superiores da Força Expedicionária Brasileira – FEB. Nasceu na Fazenda Matinha, no dia 24 de novembro de 1922. Jovem ainda é convocado para servir à Pátria, como Soldado do Exercito. Após os treinamentos de praxe seguiu de navio para a Itália. Participou da Segunda Guerra Mundial. Esteve presente no campo de batalha. Contou que ao receber a primeira arma das mãos do seu Comandante, ouviu a frase que ficou até hoje na sua mente: - esta arma foi feita para matar. Sua vida vai depender dela.

O nosso Zeca da Matinha por natureza é um homem pacato. Até hoje não gosta de comentar seus feitos militares, mas, não se queixa de nada. Nós devemos a este herói as merecidas homenagens. Não vamos esperar pelas autoridades municipais que somente se lembram de fatos relevantes nos períodos de eleições.

Muita coisa mudou nesse meio tempo. Hoje temos a ONG SERRA DE ITIÚBA que persegue a busca das lembranças guardadas na memória de pessoas que muito fizeram e fazem por nossa Terra.

É chegada a hora. Vamos iniciar os preparativos para escrever sua biografia e com a colaboração de todos itiubenses erguer em praça pública da nossa Itiúba a sua estátua. Ele merece muito mais.

Combinamos para janeiro próximo uma entrevista com gravação sobre outros fatos desde a sua convocação para servir ao Exercito até o dia do regresso a terra que nasceu

 

 


Itiúba do meu Tempo - Fernando P. de Carvalho

fpcarvalho@globo.com