A A r

No Tempo do Califon

Valmir Simões

 

 

 

 

 

Às vezes fico a imaginar quanta transformação ocorreu daquela época até os dias atuais. Quem não conheceu essa peça do vestuário feminino fica espantado com o nome “Califon” que era, na verdade, um tipo de soutien da moda, naquele tempo. Forrado, pespontado, bicudo, alças largas e grossas, mais parecia uma armadura do que uma peça íntima, para uma parte tão delicada do corpo feminino. Na verdade uma couraça protetora. Quem foi do meu tempo sabe muito bem o que descrevo. O tempo passou, a geração mudou. A indústria da moda coloca todos os dias no mercado novos produtos mais confortáveis e ao alcance de todas as classes. São peças delicadas, como se fossem uma segunda pele, e modelos provocantes e insinuantes, são tipos variados, com aros, sem bojo, meia-taça, em malha, algodão, renda. E ainda mais, para economizar nos dias de hoje, quem quiser pode ficar sem. Antigamente quem se atreveria? Viva os novos tempos, e a liberdade feminina. Soltaram-se as amarras. Enterraram o velho Califon.


Itiúba do meu Tempo - Fernando P. de Carvalho

fpcarvalho@globo.com