A A r

Tramelas e Trancas

Valmir Simões

 

 

 

 

Tudo muito simples. Dois pedaços de madeiras eram a nossa segurança, naqueles tempos. A tramela ou taramela, significava a mesma coisa. Era um pedacinho de madeira de forma retangular, com suas extremidades, aparadas e lixadas para dar um melhor acabamento, um furinho no meio onde um prego iria dar fixação no portal da porta ou janela, pela parte de dentro. Com um simples giro na peça e a porta ou janela estava aberta ou fechada.

A tranca era um pedaço de madeira, roliço ou quadrado, com suas extremidades aparadas e, nos portais, duas peças de ferro, sendo uma de cada lado, serviam para dar apoio à tranca para, também, fechar portas e janelas. A tranca era mais usada em casas comerciais e a tramela mais usada em janelas residenciais e isso se aplicava mais às residências de menor poder aquisitivo, as demais faziam uso de potentes ferrolhos, fechaduras, cadeados e dobradiças. No entanto o ladrão com o temeroso pé de cabra não tinha residência ou casa comercial que ficasse impune. Parece que o Senhor pé de cabra se aposentou desse serviço e voltou a ser o esticador de arame farpado que sempre foi.

 


Itiúba do meu Tempo - Fernando P. de Carvalho

fpcarvalho@globo.com