A A r

A Arte de Fazer o Melhor

Antônio Ricardo da Silva Benevides

 

 

 

 

 

Desta feita, citarei nomes de alguns conterrâneos e conterrâneas que dedicaram suas vidas profissionais com muita habilidade, competência e dedicação:

 

-   Ábdon, o maior fabricante de cachaça tampa-de-capuco de Itiúba;

-   Altair, confeccionando belíssimas bonecas de pano;

-   Antônio do Inocêncio, fabricante dos mais bem talhados barris de madeira;

-   Brandãozinho, na confecção de alpercatas com solado de pneu de caminhão;

-   Dezinho Pedreiro, com sua mão esquerda assentando tijolos ;

-   Edvaldo Andrade, cozinhando as deliciosas cagadas;

-   Felismina, a grande torradeira de café;

-   Fernando Carvalho, também chamado de Cid Moreira, com sua voz invejável;

-   Jandira Castro, cozinhando o mais saboroso tatu , temperado com leite de ouricuri;

-   Joaquim Brandão e Teixeirinha, com suas lindas caligrafias;

-   Joana Cumbe, costurando vestidos para as mulheres itiubenses;

-   Lauro Bispo, o nosso Professor Pardal;

-   Lolô, fabricando resistentes bicas de zinco;

-   Marcelino do Ló, conhecido por Seu Madruga, fabricando belos pilões de pedra;

-   Neuza do Espirro, com seus lindos bordados;

-   Nildete, na fabricação do delicioso licor de jenipapo;

-   Pedrinho Cabeleireiro, o rei do topete da garotada;

-   Piolho, fabricando lindas malas de madeira;

-   Quitu, costurando ternos para os homens de Itiúba;

-   Zé Vigia, o melhor fabricante de corda de sisal da nossa terra.

 

 


Itiúba do meu Tempo - Fernando P. de Carvalho

fpcarvalho@globo.com