A A r

O Pente e o Espelho

Valmir Simões

 

 

 

 

 

Antigamente, na nossa centenária cidade de Itiúba, a maioria dos jovens não se desgrudava do pente flexível marca “Flamengo” ou “Carioca”, aqueles nas cores preta ou marrom claro, ou, às vezes, um pente feito de chifre de boi, muito bom por sinal. O espelhinho em formato oval, com bordas em metal, tinha no verso a foto do time de preferência do usuário e, geralmente, era guardado no bolsinho da frente da calça. Era modismo na época. Alguns jovens mais sapecas colocavam o espelho na parte da frente do sapato e prendiam com o cadarço, com a finalidade de observar as calcinhas daquelas senhoritas que usavam saias. Entre eles uns mais maliciosos, outros um tanto inocentes. Saudades daquele tempo.

 

 

 


Itiúba do meu Tempo - Fernando P. de Carvalho

fpcarvalho@globo.com