O Chuíte e a Navalha

Valmir Simões

 

 

 

O Chuíte e a navalha. Nos dias atuais esses dois palavrões causam espanto aos mais moços, no entanto, os sessentões da nossa época sabem de pronto, o que era isso. O chuite e a navalha eram os responsáveis pela ligação ou desligamento das luzes das nossas casas.
As instalações elétricas eram assim: os fios eram forrados de um tipo de linha trançada nas cores, genuinamente nacionais, verde e amarelo e passavam junto ao telhado, presos em caibros ou ripões por presilhas de louça na cor branca que eram parafusadas na madeira, paralelamente. As lâmpadas tinham os bocais em louça, assim como os chuites e a base da navalha que eram feitos do mesmo material. Na navalha ficavam localizados dois fusíveis que eram enroscados em locais apropriados. A cobrança da energia ficava a cargo da Prefeitura da cidade


 



IR PARA O ÍNDICE DAS CRÔNICAS DESTE AUTOR
IR PARA O ÍNDICE POR ASSUNTO
IR PARA O ÍNDICE POR AUTOR
IR PARA O ÍNDICE GERAL

 

Itiúba do meu Tempo - Fernando P. de Carvalho


fpcarvalho@globo.com