Canção a Itiúba

Antônio Ricardo da Silva Benevides

 

 

 

Nesta minha canção,
vou cantar o amor,
que sinto em minha alma,
e no meu coração,
para te prestar louvor...

Itiúba, tens o encanto
de uma cidade-jardim,
com flores em cada canto,
tua beleza é sem fim.

Tuas manhãs são formosas,
manhãs de opala e de luz;
tuas tardes de ametista,
tuas noites graciosas
e as serras a perder de vista...

Contemplo tua beleza,
teu céu claro, sempre azul...
Bela é tua natureza,
sob o “Cruzeiro do sul”


 



IR PARA O ÍNDICE DAS CRÔNICAS DESTE AUTOR
IR PARA O ÍNDICE POR ASSUNTO
IR PARA O ÍNDICE POR AUTOR
IR PARA O ÍNDICE GERAL

 

Itiúba do meu Tempo - Fernando P. de Carvalho


fpcarvalho@globo.com