O Metrô da Gurizada

Antônio Ricardo da Silva Benevides

 

 

 

Existe em Itiúba um enorme canal que recebe as águas das chuvas dos bairros do Calumbi e Galo Assanhado, começa na esquina da Praça do Vaqueiro e se prolonga até à Baixa, hoje, Mercado Municipal Joviniano Carvalho, passando sob o Conjunto Residencial das Sete Casas.
Imagino que nos anos 50, ainda não existia metrô no Brasil, mas a garotada itiubense, durante o verão, utilizava aquela passagem subterrânea para fazer belas viagens de idas e vindas por debaixo do chão.
Ao longo do trajeto que era feito de cócoras eram visíveis: sapos, baratas e até cobras. Apesar do perigo, o prazer dos meninos era muito maior, o objetivo principal era atravessar aquele túnel escuro e sair são e salvo, coisas de criança.


 








 




 



IR PARA O ÍNDICE DAS CRÔNICAS DESTE AUTOR
IR PARA O ÍNDICE POR ASSUNTO
IR PARA O ÍNDICE POR AUTOR
IR PARA O ÍNDICE GERAL

 

Itiúba do meu Tempo - Fernando P. de Carvalho


fpcarvalho@globo.com