Hábitos e Costumes

Antônio Ricardo da Silva Benevides

 

 

 

Em toda comunidade existe hábitos e expressões peculiares, em Itiúba, no passado, não era diferente.


O fogão era a lenha;
O café era torrado em casa;
A panela era de barro;
O sabão era em pedra;
A q-boa era o anil;
O banho era de balde;
O vaso de sanitário era a latrina;
A lâmpada era o candeeiro;
A geladeira era a moringa;
O freezer era o pote;
A piscina era a cacimba;
O carro de lixo era a carroça;
O bloco era o tijolo;
O cimento era o barro;
A fechadura era a tramela;
O supermercado era a bodega;
O baile era o assustado;
O mosquiteiro era o boi;
A sandália era a salga - bunda;
A televisão de cachorro era o forno da padaria.



 








 




 



IR PARA O ÍNDICE DAS CRÔNICAS DESTE AUTOR
IR PARA O ÍNDICE POR ASSUNTO
IR PARA O ÍNDICE POR AUTOR
IR PARA O ÍNDICE GERAL

 

Itiúba do meu Tempo - Fernando P. de Carvalho


fpcarvalho@globo.com