O Buzo e o Serrote

Valmir Simões

 

 

 

Naquele tempo, lá pelos anos 60, a famosa brincadeira de mau gosto, chamada de Serra Velha, nunca teve o apoio da Delegacia de Policia local. Estávamos no tempo dos chamados delegados de calça curta, ou seja aqueles que não tinham a formação e eram designados para o cargo pela força dos mais poderosos políticos locais. O senhor Tibério foi o delegado que mais repudiou essa brincadeira em Itiúba e nunca teve sucesso com suas proibições. Uma Serra Velha completa tem que ter estes acessórios: serrote, cabaça, cuia, rosário de canudo de mamoeiro, uma cruz de madeira ou feita de casca de melancia, arame grosso torcido com a ponta virada em forma de gancho, papel para escrever os conselhos e recados, um boneco feito de casca de melancia ou de barro. E um bom gogó para proferir os conselhos, com palavras como: “Se case, você tem filhos e filhas criados, deixe essa vida de amigado...

Assim era conduzida a Serra Velha daquele tempo.






 


 








 




 



IR PARA O ÍNDICE DAS CRÔNICAS DESTE AUTOR
IR PARA O ÍNDICE POR ASSUNTO
IR PARA O ÍNDICE POR AUTOR
IR PARA O ÍNDICE GERAL

 

Itiúba do meu Tempo - Fernando P. de Carvalho


fpcarvalho@globo.com