Embalando Ovos

Hugo Pinto de Carvalho

 

 

 

 

Transportar ovos nos dias hoje é muito fácil com a ajuda de plásticos, espumas e principalmente com embalagens de isopor.

Mas, nas décadas e 50/60 principalmente, a coisa era bem mais difícil. Eu ainda me lembro que o Sr. Pitanga, proprietário do Bazar Popular o maior armarinho da cidade na época, era também comprador de ovos para revender em Salvador e  por isto, ele comprava em grandes quantidades das fazendas do município e que chegavam à cidade embalados em samambaia, e acondicionados em caixotes acolchoados com cobertores de lã e transportados em lombo de jegues. È fácil perceber que se o animal corresse ou fizesse qualquer outro movimento brusco, fatalmente a  preciosa carga estaria perdida. Tempos difíceis...

 

 

 

 

 

 

IR PARA O ÍNDICE DE CRÔNICAS DESTE AUTOR
IR PARA O ÍNDICE POR ASSUNTO
IR PARA O ÍNDICE POR AUTOR
IR PARA O ÍNDICE GERAL

 

Itiúba do meu Tempo - Fernando P. de Carvalho


fpcarvalho@globo.com