Águas Salgadas

Hugo Pinto de Carvalho

 

 

 

 

A cidade sempre foi carente de água potável, e isto inegavelmente sempre dificultou em  muito o seu desenvolvimento. Mas como, se existem quatro rios que cortam o município? dirão alguns olhando o mapa. È verdade. O problema é que os rios Itapicuru-mirim e  Cariacá, são formados de águas muito salgadas impróprias para o consumo humano, e ainda têm o agravante de não serem perenes. Só enchem durante as trovoadas, isto quando elas acontecem, e somente mantêm-se cheios por um a dois meses no máximo. Já o rio Jacurici que, também não é perene e suas águas igualmente salgadas, mas com teor um pouco menor, e  com a vantagem de serem represadas pelo Açude de Camandaroba, é  quem abastece o município, embora precariamente e com águas fora dos padrões nacionais.

E assim, desde os velhos tempos, a cidade vem sofrendo com o problema, quando a solução seriam as águas doces e abundantes do grande e perene rio Itapicuru-Açu . O problema é que  o mesmo fica muito distante da cidade, mais precisamente nos limites com o município de Ponto Novo, a  mais de quarenta quilômetros. Como se vê, o município de fato tem quatro rios. Mas três não servem para quase nada, e o problema da falta de água continua desde épocas remotas.

 

 

 

 

 

IR PARA O ÍNDICE DE CRÔNICAS DESTE AUTOR
IR PARA O ÍNDICE POR ASSUNTO
IR PARA O ÍNDICE POR AUTOR
IR PARA O ÍNDICE GERAL

 

Itiúba do meu Tempo - Fernando P. de Carvalho


fpcarvalho@globo.com