Os Meios de Transporte

Antônio Ricardo da Silva Benevides

 

 

 

 

Naquele tempo, além dos trens que faziam o trajeto de Salvador a Juazeiro, com passagem obrigatória por Itiúba, os meios de transporte que serviam nosso município, eram bastante escassos. Alguns proprietários de veículos, faziam fretes para os municípios mais próximos, principalmente para Senhor do Bonfim.
Dentro do próprio município os deslocamentos para a zona rural e vice versa, na maioria das vezes, eram feitos em lombos de animais. 
Os moradores das fazendas mais próximas como: Varzinha, Maté, Serra de Itiúba, Cajazeira, Itapicuru, Várzea Formosa, Tanque Velho, Capoeira, Sitio do Felix, Cercadinho e muitas outras, seguiam a pé.
Enquanto isso, nos Povoados mais distantes, havia caminhonetes pertencentes aos fazendeiros mais abastados da região que faziam lotação para a sede do município. Posso citar alguns deles: Em Cacimbas e Jacurici da Leste, Joãozito; em Pedra Solta, Almiro; em Taquari, Dona Neide: em Piaus, Astrogildo; em Pedra do Dórea, Bevenuto; em Carrancudo, Quininho; em Sítio dos Moços, Paulo; em Pau Branco, Germano; em Covas, Netinho; em Alto do São Gonçalo, Pitanga; em Ponta Baixa, João Pezão; em Picos, Nezinho e em Camandaroba, João Barbosa.

 

 

 

 

 

 

 

 

IR PARA O ÍNDICE DE CRÔNICAS DESTE AUTOR
IR PARA O ÍNDICE POR ASSUNTO
IR PARA O ÍNDICE POR AUTOR
IR PARA O ÍNDICE GERAL

 

Itiúba do meu Tempo - Fernando P. de Carvalho


fpcarvalho@globo.com