Exemplo de Vida

Antônio Ricardo da Silva Benevides

 

 

 

 

No inicio dos anos 60 chegou a Itiúba um cidadão de origem peruana que se chamava Mário Figuerôa. O referido cidadão era de baixa estatura, estilo o cantor Nelson Ned e deficiente físico, não tinha as  mãos.

O mesmo procurou as autoridades locais e informou-lhes que gostaria de proferir uma palestra em praça pública, para pregar a igualdade entre as pessoas normais e as pessoas deficientes.
A administração pública acatou o seu pleito e mandou preparar o local do evento. O Sr. Mário apresentou-se ao público presente em um coreto instalado no Largo da Matriz.
Mário começou sua palestra dizendo que tinha uma missão especial que era viajar por todo mundo pregando a igualdade entre as pessoas.
A praça estava lotada de assistentes, no final do evento, o palestrante convidou uma costureira para dirigir-se ao coreto, logo a modista Soledade Martins atendeu o chamado e recebeu uma pequena agulha de costura para que a mesma colocasse a linha, isso foi feito, só que em seguida, mesmo sem as mãos, Mário colocou a linha na agulha muito mais rápido do que a costureira.
Este é um bom exemplo que deverá ser seguido por todas as pessoas portadoras de deficiência física.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

IR PARA O ÍNDICE DE CRÔNICAS DESTE AUTOR
IR PARA O ÍNDICE POR ASSUNTO
IR PARA O ÍNDICE POR AUTOR
IR PARA O ÍNDICE GERAL

 

Itiúba do meu Tempo - Fernando P. de Carvalho


fpcarvalho@globo.com