O Fantasma da Ópera

Hugo Pinto de Carvalho

 

 

 

 

Todo mundo conhece o velho filme sobre o livro do escritor francês, Gaston Leurox, que narra a história de um músico com o rosto deformado, e por isso, se escondia nos cômodos subterrâneos do Grande Teatro de Opera de Paris, ganhando por isso, o epíteto de O Fantasma da Ópera.

Lembrando-me do filme, lembrei-me também que, o velho e imponente Teatro Ideal do Sr. Manoel Pinto, que funcionou entre as décadas de 1930 a 1950 em Itiúba, também teve o seu “ilustre” morador. É bem verdade que não se tratava de ninguém famoso como Erik, o personagem do filme, mas sim do zelador do prédio, cujo apelido era “Seu” Benzinho, e morava exatamente embaixo do grande palco do teatro, que tinha uma porta com saída para o lado da Rua das Sete Casas. 

.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

IR PARA O ÍNDICE DE CRÔNICAS DESTE AUTOR
IR PARA O ÍNDICE POR ASSUNTO
IR PARA O ÍNDICE POR AUTOR
IR PARA O ÍNDICE GERAL

 

Itiúba do meu Tempo - Fernando P. de Carvalho


fpcarvalho@globo.com