Cordel Encantado

Hugo Pinto de Carvalho

 

 

A tão conhecida Literatura de Cordel também teve seus momentos de evidência em Itiúba, cujos livretos em forma de “A.B.C”, e expostos nas feiras livres pendurados em um varal na parede lateral da Igreja e presos por prendedores de roupas, foram muito vendidos, principalmente os que contavam as histórias sobre a morte de Lampião, a rejeição de São Pedro em recebê-lo no céu e a recusa do Diabo em dar-lhe abrigo no inferno.

A cidade também teve ainda o seu próprio romanceiro popular na pessoa do velho vaqueiro, Piroca do Lino que, unicamente por falta de oportunidade, não teve suas histórias publicadas, mas mesmo assim ficaram bastante conhecidas pela população local que, inclusive, se encarregava de divulgá-las de boca em boca, e em rascunhos em qualquer tipo de papel. Porém, numa iniciativa da ONG SERRA DE ITIÚBA, brevemente os seus contos terão a justa e merecida divulgação.




 

 

IR PARA O ÍNDICE DE CRÔNICAS DESTE AUTOR
IR PARA O ÍNDICE POR ASSUNTO
IR PARA O ÍNDICE POR AUTOR
IR PARA O ÍNDICE GERAL

 

Itiúba do meu Tempo - Fernando P. de Carvalho


fpcarvalho@globo.com