Mestre-Cuca

Hugo Pinto de Carvalho

 

 

 

Desde tempos remotos a arte de cozinhar foi quase exclusiva das mulheres. Quando um homem se arriscava vestir um avental e tentava enfrentar o fogão, tornava-se alvo de todos os tipos de preconceitos, principalmente da ala masculina, e em Itiúba não foi diferente, quando na década de 1940 o cidadão conhecido por Ademar, resolveu assumir a cozinha da Pensão de D. Teresa, que ficava na Avenida Getúlio Vargas entre o armazém O Barateiro e o Bazar popular. Mesmo provando e comprovando que sabia tudo da culinária dominando o forno e o fogão como ninguém, nem assim evitou os preconceitos, mas o moço não se abalou, e por muitos anos foi uma referência como mestre-cuca da cidade.




 

 

IR PARA O ÍNDICE DE CRÔNICAS DESTE AUTOR
IR PARA O ÍNDICE POR ASSUNTO
IR PARA O ÍNDICE POR AUTOR
IR PARA O ÍNDICE GERAL

 

Itiúba do meu Tempo - Fernando P. de Carvalho


fpcarvalho@globo.com