Telefone de Lata

Valmir Simões

 

 

 

Naquele tempo muitas brincadeiras eram simples, sem riscos e muito apropriadas para as crianças da época. Duas latinhas com as bordas rebatidas para a criança não se ferir, um pedaço de barbante de tamanho regular para manter uma certa distância entre as crianças, vela para encerar o barbante e dois pedaços de palito para prender os barbantes no fundo da lata por um orifício bem no centro. A vibração das ondas de voz pelo barbante, transmitia toda a conversa entre os participantes. Era uma brincadeira muito interessante. Uma novidade para os dias atuais, para quem não viveu esta bela época.





 


 

 




 

 

IR PARA O ÍNDICE DE CRÔNICAS DESTE AUTOR
IR PARA O ÍNDICE POR ASSUNTO
IR PARA O ÍNDICE POR AUTOR
IR PARA O ÍNDICE GERAL

 

Itiúba do meu Tempo - Fernando P. de Carvalho


fpcarvalho@globo.com