Pintinho e seus Pupilos

Hugo Pinto de Carvalho

 

 

 

Com o fim da orquestra do clube 2 de Julho na década de 1960, em decorrência do grande êxito de seus músicos para a grande São Paulo, as realizações dos tradicionais carnavais da cidade se viram ameaçadas de não serem mais realizadas, quando uma comissão formada pelo Bertinho, o Adilson e o Edvaldo Andrade, resolveu contratar a orquestra “Pintinho e seus Pupilos”, da cidade de Catu que, inclusive, tinha até um cantor próprio para interpretar as músicas carnavalescas, o que facilitava aos foliões aprender as letras das marchinhas, e inegavelmente isto animava ainda mais os bailes. Surpreendentemente, a orquestra agradou tanto que, por quatro anos seguintes, foi chamada para animar os carnavais de Itiúba. O único problema foi que, como a citada orquestra só chegava à cidade aos domingo pela manhã no velho trem de passageiros, a abertura do carnaval aos sábados á noite comumente chamada de “Zé Pereira”, deixou de ser realizada.

 







 


 

 




 

 

IR PARA O ÍNDICE DE CRÔNICAS DESTE AUTOR
IR PARA O ÍNDICE POR ASSUNTO
IR PARA O ÍNDICE POR AUTOR
IR PARA O ÍNDICE GERAL

 

Itiúba do meu Tempo - Fernando P. de Carvalho


fpcarvalho@globo.com