As Chaves de Broca

Valmir Simões

 

 

 

Antigamente as residências tinham portas e janelas construídas exclusivamente com madeira de boa qualidade, com espessura grossa e reforçada nas junções das tábuas. Marceneiro ou carpinteiro que trabalhasse com qualidade era uma recomendação para as encomendas deste tipo de material. Dobradiças e fechaduras tinham que ser fortes e de fabricante já conhecido no mercado. Lembro-me das taramelas de madeira, trancas de madeira ou ferro como reforço na segurança. Mas, nada me faz esquecer das velhas e tradicionais chaves de broca, as quais, nos dias atuais, somente um exímio ferreiro será capaz de fabricar. Ainda nos dias atuais casarões, igrejas seculares e museus são capazes de ter esses objetos ainda trancando as portas do passado, pois no presente as coisas se modernizaram bastante.

 



 

 





 


 

 




 

IR PARA O ÍNDICE DE CRÔNICAS DESTE AUTOR
IR PARA O ÍNDICE POR ASSUNTO
IR PARA O ÍNDICE POR AUTOR
IR PARA O ÍNDICE GERAL

 

Itiúba do meu Tempo - Fernando P. de Carvalho


fpcarvalho@globo.com