O Apito do Trem

Hugo Pinto de Carvalho

 

 

 

O velho trem que ainda circula por Itiúba teve em seus tempos de grande movimentação e várias peculiaridades que marcaram uma época, principalmente com relação a “Maria Fumaça” que, a princípio, funcionava à lenha e posteriormente com o chamado “óleo cru”. Como cada maquinista – este era o nome de seu condutor – tinha seu próprio estilo de fazer soar o apito da fumacenta locomotiva, teve gente na cidade que se dava ao trabalho de distinguir e memorizar os vários tipos de apitos como o Dazo, morador do Alto do Vintém, que era capaz de reconhecer e dizer o nome do maquinista mesmo ouvindo de longe cada apito dos trens.


 

 

IR PARA O ÍNDICE DE CRÔNICAS DESTE AUTOR
IR PARA O ÍNDICE POR ASSUNTO
IR PARA O ÍNDICE POR AUTOR
IR PARA O ÍNDICE GERAL

 

Itiúba do meu Tempo - Fernando P. de Carvalho


fpcarvalho@globo.com