Tesouros Enterrados

Hugo Pinto de Carvalho

 

 

 

Antigamente em Itiúba eram comuns as velhas histórias de tesouros enterrados em panelas de barro por fazendeiros abastados para proteger suas jóias, moedas e objetos de ouro e prata, e não revelavam para ninguém o local. E assim, quando morriam, nem seus familiares ficavam sabendo de sua riqueza.

Por isso, diziam os mais velhos, suas almas perambulavam vagando no além, até encontrar um vivente para ser contatado e revelado o local exato do tesouro que devia ser desenterrado para o sossego de suas almas.

Em consequência dessas fantasiosas histórias, quando alguém enriquecia de repente na cidade, todo mundo dizia que o mesmo havia encontrado um tesouro enterrado ou uma panela de ouro, como também chamavam.


 

 

IR PARA O ÍNDICE DE CRÔNICAS DESTE AUTOR
IR PARA O ÍNDICE POR ASSUNTO
IR PARA O ÍNDICE POR AUTOR
IR PARA O ÍNDICE GERAL

 

Itiúba do meu Tempo - Fernando P. de Carvalho


fpcarvalho@globo.com