Carro de Boi

Hugo Pinto de Carvalho

 

 

 

Até a década de 1950 o uso deste velho meio de transporte de cargas foi muito utilizado no município principalmente para carregar lenha para as padarias e olarias. Puxado por uma parelha de dois, quatro, seis e até oito bois, conforme o peso de sua carga, era conduzido pelo carreiro que utilizava uma grande vara com um ferrão na ponta que ele dava o nome de “guiada”. A curiosidade era o som produzido pelo atrito do eixo com as grandes rodas de madeira, chamado de gemido do carro de boi, e era ouvido mesmo quando estava distante. Os dois maiores, e mais requisitados para os serviços, eram sempre o do boiadeiro Teteiro e o do Fazendeiro Jovelino.


 

 

IR PARA O ÍNDICE DE CRÔNICAS DESTE AUTOR
IR PARA O ÍNDICE POR ASSUNTO
IR PARA O ÍNDICE POR AUTOR
IR PARA O ÍNDICE GERAL

 

Itiúba do meu Tempo - Fernando P. de Carvalho


fpcarvalho@globo.com