Sanfona Pé-de-bode

Hugo Pinto de Carvalho

 

 

 

Um dos primeiros sanfoneiros da cidade foi o Antônio Conrado, morador da Rua das Piabas, que com sua pequenina sanfona e apenas um tocador de zabumba e um de triangulo, animava muitos bailes de forró em homenagem a São João e a São Pedro, e festejos de casamentos, principalmente nos povoados do município. Como o som de sua “Pé-de-bode” estava mais para “concertina”, quando o tocador de zabumba aumentava suas batidas, dificilmente alguém percebia que a sanfona estava tocando. Porém, com os dançarinos com as cucas cheias de licor e cachaça, arrastando os pés com as namoradas em um empoeirado salão de chão batido e iluminado com um fumacento lampião a querosene, quem estava ligando para isso?

 

IR PARA O ÍNDICE DE CRÔNICAS DESTE AUTOR
IR PARA O ÍNDICE POR ASSUNTO
IR PARA O ÍNDICE POR AUTOR
IR PARA O ÍNDICE GERAL

 

Itiúba do meu Tempo - Fernando P. de Carvalho


fpcarvalho@globo.com