O Fim do Mundo

Hugo Pinto de Carvalho

 

 

 

 

 

Nas décadas de 1950/60 falava-se muito na cidade daquela velha história que o mundo ia acabar no ano de 2000 de acordo com as profecias de NOSTRADAMUS, e o pior era que muita gente acreditava. Lembro-me que na época eu cursava a inesquecível Escola Góes Calmon, e alguns garotos ficavam apavorados com o boato. E para complicar ainda mais, tinha um dos alunos que não vou dizer o nome por questões óbvias, que ao ouvir a tal conversa do fim do mundo chorava copiosamente, e invariavelmente necessitava a interferência das professoras para acalmá-lo. O moço acreditava mesmo.


 

IR PARA O ÍNDICE DE CRÔNICAS DESTE AUTOR
IR PARA O ÍNDICE POR ASSUNTO
IR PARA O ÍNDICE POR AUTOR
IR PARA O ÍNDICE GERAL

 

Itiúba do meu Tempo - Fernando P. de Carvalho


fpcarvalho@globo.com